# 212


Comecamos pela manha… hum… meio-dia. Uma ida a New Bagan, um vilarejo com uma rua principal e uma loja de Internet que fica a 10 minutos a pe do centro. A cada dez minutos perguntamos e so faltam mais dez. Desistimos. Mais uns mergulhos na piscina. Eu ainda tenho energia para uma caminhada a solo. Tomo o trilho junto ao hotel, no horizonte vou vendo alguns templos e outros tantos ja ali, pertinho. Visito tres ou quatro e acabo por descobrir um excelente para ver o nascer ou o por do sol. Sem gente a vista, de repente aparece um homem muito afavel, que mete conversa e depois me tenta vender umas pinturas de areia. Acabo por comprar uma, sem regatear muito, mas peco-lhe uma boleia para o hotel – esta um calor que nao se pode e ja passa das 4!!!

Depois de um mergulho merecido – porque isto de viajar cansa – vamos a procura de um templo cujo nome nunguem conhece. Queremos um lugar para ver o por do sol. Pelo caminho nao consigo parar de falar sobre o templo que vi antes. Andamos, andamos e la encontramos um. Nao e o que eu queria, o que tinha visto no guia, mas serve. A entrada, tenho uma leve sensacao de familiaridade e… este e o templo onde eu tinha estado ha 1 hora!!! Parece que me desorientei… Ali ficamos, a ver o por do sol, sem mais ninguem, do topo de quatro ingremes lancos de escadas. Um horizonte de rio, montanhas e centenas de outros templos.

Anúncios

diga lá qualquer coisinha

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s