# 222


No regresso de lugares de vida mais calma e passo quase indolente, a capital é um remoinho de trânsito, buzinas, carros, gente e vozes. A meio da tarde o céu escurece, as pessoas andam mais depressa e a tempestade cai. Forte, barulhenta, em tons de cinza. Abrem-se as cores dos chapéus de chuva e encolhem-se os desprevenidos nos cantinhos que encontram.

Anúncios

diga lá qualquer coisinha

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s