157


Na expetativa das festas de Lisboa, da confusão nas ruas, do cheiro a sardinhas e da vontade de ficar até tarde na noite quente de verão, fiz um programinha de véspera de feriado. Não fiquei desapontada pela falta de pessoas nas ruas da Graça ou pelos restaurantes fechados. Encontrámos uma tasca ainda aberta, com sardinhas deliciosas e baratas.

A meio do passeio pela zona, ouvimos música a sair de uma janela. Um jazz delicioso, que convidava a entrar. Mas, não sabendo se era uma aula ou concerto, fomos espreitar. Já tinha ouvido falar do Laboratório, mas nem sabia onde ficava. Hei-de lá voltar para olhar mais de perto a mobília vintage-decadente, invejar o ambiente e encostar-me no sofá a interiorizar os sons.

Anúncios

diga lá qualquer coisinha

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s