272


um dia em mudanças: um jipe partilhado  até jammu durante oito horas. chegar, aguentar as complicações de uma estação de autocarros onde não se conhece nada. onde se compra o bilhete? aqui não? mas é a bilheteira… quanto é? quanto?

AAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!

e tanta gente, tanta confusão… pessoas a lavarem-se na  torneira, outras bebem, outras lavam os pés ou dão banho aos bebés. ao lado vendem-se maçãs e outros frutos.

bem, chegados a jammu e ultrapassado o choque inicial, lá entrámos no autocarro. sem espaço para bagagens. muita gente a querer passar, com a mochila a ocupar o corredor. sorry, sorry foi o que mais disse. mas não havia volta a dar…

a viagem terminou em amritsar. estava muito ansiosa por estar nesta cidade e o primeiro acontecimento não foi bem o que eu esperava: levei um apalpão de um tipo que veio a viagem toda a olhar para mim e a dizer-me coisas que não percebi. quando senti a mãozinha escorregadia do nojento, dei um grito. com autoridade. ele afastou-se, disse mais umas baboseiras e o condutor do ciclo-rickshaw afugentou-o. demorei algum tempo a acabar de pensar no assunto. não gosto de me sentir fragilizada, pelo que já sei o que espera o próximo desgraçado que me tocar. ele há-de ver!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

diga lá qualquer coisinha

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s