um ano


1 ano (15)

 

 

há um ano que regressei de uma viagem grande. um pouco mais cedo do que esperava, com umas páginas em branco. vim morar para o reino unido, esperava encontrar casa e depois trabalho, até regressar a portugal. encontrei isso tudo. cheguei sem ter onde ficar. passei três noites numa escola, uma semana no norte de gales, a convencer-me de que tudo se ia compor. quatro noites num hotel semi-indiano, acolhedor.

 

encontrar casa foi o mais difícil. convencer um senhorio de que uma estrangeira e um inglês, desempregados, ainda que com boas perspetivas, sem historial financeiro no último ano, mas boa vontade, seriam os inquilinos perfeitos. lá conseguimos, um dia antes de não termos onde ficar. nunca percebi como é possível que numa vila como esta, sem qualquer interesse turístico, haja dezenas de hotéis, todos lotados. como tínhamos regressado de viagem, a mudança foi fácil: duas pessoas e três malas de viagem.

 

na primeira noite que passámos no novo apartamento, senti uma satisfação muito estranha. havia muito, muito tempo que não me levantava com sede a meio da noite, ia descalça até à cozinha, em roupa interior, beber um copo de água da torneira. não me lembrava do luxo que isso é. na índia, por razões óbvias, não entrava na cozinha dos hotéis. porque não havia cozinha nos sítios onde ficávamos. porque seria estranho ir ao restaurante apenas em roupa interior. porque detesto andar descalça em hotéis (germ freak!). porque não se pode beber água da torneira.

 

o segundo passo foi arranjar trabalho, o que se provou ser bastante fácil para dois professores. de cada vez que saíamos e regressávamos a casa, a caminho de entrevistas e pela london road, passávamos pela primavera. aqui, quase à nossa porta. as cerejeiras coloriam-se de luz, esbracejavam contentes e floridas. a relva tapava-se de pétalas brancas, o sol era forte e acolhia-nos aqui, a esta casa, que nos recebeu com o conforto dos copos de água descalços a meio da noite.

 

só me apercebi de que tinha passado um ano quando as cerejeiras me chamaram novamente.

 

 

1 ano (14) 1 ano (13) 1 ano (11) 1 ano (10) 1 ano (9) 1 ano (8) 1 ano (7) 1 ano (6) 1 ano (5) 1 ano (4) 1 ano (3) 1 ano (2) 1 ano (1)

.

 

Advertisements

One thought on “um ano

diga lá qualquer coisinha

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s